domingo, 6 de setembro de 2009

7 de SETEMBRO - NÃO SEJA MAIS ESSCRAVO


Estamos comemorando 187 anos, da independência do Brasil quebrando mais de trezentos anos de colonização portuguesa, iniciando-se um processo de mudança em nossa nação.
Gosto de pensar que a independência do Brasil traz algumas importantes lições para nossas vidas, como pregador e pastor geralmente uso alguma história bíblica para aprender ou transmitir algum ensinamento. Mas as atitudes de D.Pedro em 1822 revelam a postura daqueles que não admitem viver sobre o domínio e a colonização maligna sobre nossas vidas. Até chegar o grande dia “7”,outros momentos revelam uma importante vontade de mudar.


Vou esboçar alguns acontecimentos desse período (coisa bem pouca) que antecederam o famoso “grito do Ipiranga”.


Se você não quer mais ser escravo, nem ser colonizado pelas ações do mal sobre sua vida ou família, aja como esse personagem histórico, pois Deus vai se mover em sua vida.


1. Não fuja – Em 9 de janeiro de 1822,D.Pedro recebeu uma carta das cortes de Lisboa exigindo seu retorno a Portugal. Os portugueses insistiam nessa idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D.Pedro impedia este ideal.
O príncipe recebeu uma petição escrita por José Bonifácio e assinada por toda a junta provincial de São Paulo.Era um documento poderoso,que clamava que o príncipe desafiasse as Cortes,e permanecesse no Brasil.O texto emocionou D.Pedro,ele respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: “se é para o bem de todos e felicidade geral da nação,diga ao povo que fico”
Não fuja, lute por sua família,lute pelo seus sonhos,fique,permaneça firme,Deus vai te honrar.

2. Se organize – O príncipe fez uma rápida viagem a Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimentos, pois acreditavam que tudo isso poderia ocasionar uma desestabilização social.
Aproveite cada momento para observar e organizar sua vida, lembre-se:Deus é um Deus de ordem,Ele não age em vidas desorganizadas.

3. Vigie a todo tempo – Durante a viagem, D.Pedro recebeu uma carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele a metrópole portuguesa.
Costumo dizer que o diabo não brinca de ser diabo, em tão você não pode brincar de crente. Há uma batalha, o mal quer te destruir, fique atento, o Eterno vai te ajudar nessa batalha.

4. Aja. Tome atitude – Estas notícias chegaram nas mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Às 16h do dia 7 de setembro de 1822, ele gritou a guarda de honra. “Amigos, as cortes de Lisboa nos oprime e querem nos escravizar... Deste dia em diante nossas relações estão rompidas”
Arrancou a insígnia portuguesa de seu uniforme, sacou a espada e gritou: “Por meu sangue, por minha honra e por Deus, farei do Brasil um pais livre”. Em seguida, erguendo – se nos estribos e alçando a espada, afirmou: “Brasileiros, de hoje em diante nosso lema será, Independência ou morte”.
Em dezembro do mesmo ano, D.Pedro foi declarado imperador do Brasil, mas isso é outra história.
A bíblia afirma que se nos mostrarmos frouxo no dia da angustia, nossa força será pouca (Pv.24:10)
De forma alguma não permita que as lutas e as adversidades, te escravizem e dominem seus sonhos,o apóstolo Paulo nos ensina em Gálatas 5:1 “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão”.

Somos livres, por isso não podemos permitir que ninguém ou qualquer situação nos aprisione novamente na escravidão do mal.

Deus a todos abençoe

Simplesmente Anderson Bravo

“Independência ou Independência”

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

Anderson & Lyon

Anderson & Lyon