sexta-feira, 20 de novembro de 2009

CONSCIÊNCIA DE VENCEDOR


Em tempos de dia da CONSCIÊNCIA, nada melhor do que pensar sobre um grande guerreiro, um homem que decidiu fazer a diferença em seu tempo.


A bíblia está norteada de grandes guerreiros, mas nesse momento quero pensar com você sobre Jônatas, o filho de Saul que em um determinado momento de sua vida decide lutar sozinho contra os filisteus, por isso que a melhor de todas as consciências é a CONSCIÊNCIA DE UM VENCEDOR.


Esta emocionante e vibrante história está registrada no 1º livro de Samuel capítulo 14 a partir do versículo 1º, analisemos alguns pontos importantes:


1. JÔNATAS NÃO ERA INFLUÊNCIADO POR QUALQUER PESSOA (v.1)


Quando Jônatas resolveu invadir o terreno dos filisteus, nem seu pai soube de sua ação, mostrando-nos sua independência. Saul embora pai de Jônatas, não era uma boa influência, ele conhecia as ações equivocadas de seu pai, que o levaram a perda do trono e a sua morte. Aprendo que NÃO HÁ GENEALOGIA PARA SUCESSO OU FRACASSO.


Suas ações são particulares e independentes de onde nasceu, ou viveu, por isso NÃO HÁ DESCULPAS.


2. JÔNATAS CONHECIA SEU VALOR


Jônatas assim como todo aquele que tem convicção, sabe seu devido valor, e por isso Não precisa de aplausos, pois busca resultados.


3. JÔNATAS CONFIAVA SOMENTE EM DEUS – (v.6)


Um vencedor deposita sua confiança em alguém mais forte, o Salmo 118:8 afirma “É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem. É melhor confiar no SENHOR do que confiar nos príncipes”.


4. JÔNATAS SENTIA-SE PRONTO


Há muitas pessoas indecisas e com dúvidas quanto a sua vida, necessitando de auto-afirmação. Porque um dia para me colocar em pé de igualdade na sociedade?


5. JÔNATAS NÃO RECONHECIA SEUS OPONENTES, ou seja, não supervalorizava seus inimigos. O Salmos 40:4 diz: “Bem-aventurado o homem que põe no SENHOR a sua confiança e que não respeita os soberbos, nem os que se desviam para a mentira”.


6. JÔNATAS AGIA PELA PROMESSA (v.6) “o SENHOR nos ajudará nisto, porque para o SENHOR nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos”. Assim como Jônatas caminhava em direção a vitória,sabendo que venceria,pois sobre ele havia a marca da promessa.
Não sou contra lutarmos por nossos direitos,sou contra pedirmos esmolas sócias.Possuo a marca da promessa,e por isso já tenho a CONSCIÊNCIA QUE SOU MAIS QUE VENCEDOR.


Deus a todos abençoe


Simplesmente Anderson Bravo

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

Anderson & Lyon

Anderson & Lyon