segunda-feira, 30 de novembro de 2009

NÃO SOMOS TÃO FORTES ASSIM


Embora nossa sociedade busque,homens e mulheres invencíveis.Profissionais que vencem suas batalhas diárias em seus escritórios e reuniões de negócios.

Embora nossa sociedade cristã anuncia aos quatro ventos,"somos mais que vencedores",na verdade chego a uma simples,porém importante conclusão: Não somos tão fortes assim.

Apesar de estarmos vencendo as batalhas do dia a dia,apesar de sermos pessoas que vencemos dificuldades, preconceitos e as adversidades da vida,não somos tão fortes assim.Somos dependentes de um abraço,um carinho,um afeto,ou simplesmente de um elogio.

Nosso "ego",necessita diariamente de alguém para dizer: "muito bom","parabéns".

Nossas conquistas e realizações,por muitas vezes ainda é pouco diante da necessidade que temos de mais uma opinião,então:Não somos tão fortes assim.

Parecemos fortes,corajosos para muita gente,mas só Deus sabe,as muitas vezes que choramos quando sozinho estamos em lugares onde só os olhos do Eterno Deus nos vê.

Somos mais que vencedores? Somos,mas necessitamos do abraço de um amigo,do carinho da esposa,do beijo de um filho,e principalmente do colo do Pai Celestial.

Por que na verdade,não somos tão fortes assim.

Deus a todos abençoe

Simplesmente Anderson Bravo(tentando postar diariamente)

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

CONSCIÊNCIA DE VENCEDOR


Em tempos de dia da CONSCIÊNCIA, nada melhor do que pensar sobre um grande guerreiro, um homem que decidiu fazer a diferença em seu tempo.


A bíblia está norteada de grandes guerreiros, mas nesse momento quero pensar com você sobre Jônatas, o filho de Saul que em um determinado momento de sua vida decide lutar sozinho contra os filisteus, por isso que a melhor de todas as consciências é a CONSCIÊNCIA DE UM VENCEDOR.


Esta emocionante e vibrante história está registrada no 1º livro de Samuel capítulo 14 a partir do versículo 1º, analisemos alguns pontos importantes:


1. JÔNATAS NÃO ERA INFLUÊNCIADO POR QUALQUER PESSOA (v.1)


Quando Jônatas resolveu invadir o terreno dos filisteus, nem seu pai soube de sua ação, mostrando-nos sua independência. Saul embora pai de Jônatas, não era uma boa influência, ele conhecia as ações equivocadas de seu pai, que o levaram a perda do trono e a sua morte. Aprendo que NÃO HÁ GENEALOGIA PARA SUCESSO OU FRACASSO.


Suas ações são particulares e independentes de onde nasceu, ou viveu, por isso NÃO HÁ DESCULPAS.


2. JÔNATAS CONHECIA SEU VALOR


Jônatas assim como todo aquele que tem convicção, sabe seu devido valor, e por isso Não precisa de aplausos, pois busca resultados.


3. JÔNATAS CONFIAVA SOMENTE EM DEUS – (v.6)


Um vencedor deposita sua confiança em alguém mais forte, o Salmo 118:8 afirma “É melhor confiar no SENHOR do que confiar no homem. É melhor confiar no SENHOR do que confiar nos príncipes”.


4. JÔNATAS SENTIA-SE PRONTO


Há muitas pessoas indecisas e com dúvidas quanto a sua vida, necessitando de auto-afirmação. Porque um dia para me colocar em pé de igualdade na sociedade?


5. JÔNATAS NÃO RECONHECIA SEUS OPONENTES, ou seja, não supervalorizava seus inimigos. O Salmos 40:4 diz: “Bem-aventurado o homem que põe no SENHOR a sua confiança e que não respeita os soberbos, nem os que se desviam para a mentira”.


6. JÔNATAS AGIA PELA PROMESSA (v.6) “o SENHOR nos ajudará nisto, porque para o SENHOR nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos”. Assim como Jônatas caminhava em direção a vitória,sabendo que venceria,pois sobre ele havia a marca da promessa.
Não sou contra lutarmos por nossos direitos,sou contra pedirmos esmolas sócias.Possuo a marca da promessa,e por isso já tenho a CONSCIÊNCIA QUE SOU MAIS QUE VENCEDOR.


Deus a todos abençoe


Simplesmente Anderson Bravo

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O QUE O DINHEIRO NUNCA COMPRARÁ


Hoje(17.11) lendo os jornais li sobre o senhor Paul Allen, bilionário norte-americano que em 1975 fundou a Microsoft com Bill Gates, mas a reportagem não traz nenhuma informação sobre a riqueza do Sr.Allen ou algum novo software criado, mas a notícia de que Paul está com câncer, na verdade é um linfoma, um tumor que surge por alterações nos linfócitos, células responsáveis pela defesa do organismo contra infecções – trata-se do mesmo tipo de câncer que atingiu a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.



Enquanto lia a triste notícia, pensava aquilo que todos nós já sabemos, mas é preciso se lembrar de vez enquanto: O dinheiro não compra tudo


Nesses tempos em que o consumismo aflora a vida de muitos, e que a busca pela riqueza desenfreada assola a quase todos, é importante pensar que apesar das conquistas materiais, o dinheiro, a riqueza nunca poderá comprar tudo. Por isso é bom pesar que:


O dinheiro pode te dar uma linda casa.... Mas nunca um lar


O dinheiro pode te dar carros... Mas nunca a felicidade


O dinheiro pode te dar encontros amorosos... Mas nunca uma família


O dinheiro pode te dar a oportunidade de viajar... Mas nunca te dará as companhias certas


O dinheiro pode te oferecer muitas coisas... Mas nunca a salvação eterna


E é bom lembrar no dia do nosso enterro, o dinheiro compra o caixão e a sepultura... Mas não o descanso eterno.


A fortuna de Allen foi estimada em US$ 11,5 bilhões (R$ 20 bilhões), mas não creio que isso compre sua cura.


Assim como um câncer,nos faz refletir sobre o que realmente importa,há muitos outros momentos em que devemos pensar sobre em que está o nosso coração.


O mestre Jesus disse: “porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração”. (Lucas 12:34)


Lutemos sim para crescer, prosperar e conquistar, mas cientes que há muitas coisas que o DINHEIRO NUNCA COMPRARÁ


Deus a todos abençoe


Simplesmente Anderson Bravo

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O QUE REALMENTE ACONTECEU NA ESLAVEC

Nas últimas semanas muito se comentou sobre a 1ª ESLAVEC (Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo), li muita coisa na internet, de pessoas que tentavam entender porque o pastor Silas Malafaia estava realizando esse evento sem custo algum para quem fosse convidado a participar.



Melhor que especulações, vou revelar nesse pequeno depoimento o que realmente aconteceu nos dias 26 a 30 de outubro, em Águas de Lindóia, pois lá estive e presenciei com meus próprios olhos o que aconteceu nesse evento que trouxe tanta curiosidade para o povo “evangélico”


O que aconteceu na ESLAVEC?


A ESLAVEC serviu de renovo e desenvolvimento ministerial;


A ESLAVEC serviu para sermos ministrados por palavras que muitas vezes confrontaram nossas idéias “gregas”;


A ESLAVEC serviu para fazermos novos e grandes amigos;


A ESLAVEC serviu para se conhecer um pouco mais do coração de um evangelista nato chamado Silas Malafaia, um homem que ama fazer a obra de Deus e que às vezes é mal interpretado por críticos que nada fazem pelo reino de Deus;


Na ESLAVEC aprendi a semear em vidas, pois nesse evento onde pastores foram convidadas, havia homens que nunca haviam estado em um quarto de hotel (agora sei o que não é fazer acepção de pessoas), isso foi lindo;


Na ESLAVEC vimos o que é excelência, nas refeições, no trato, na hospedagem, na organização do evento;


Na ESLAVEC pude ver e ouvir homens que escreveram e escrevem uma história de evangelização em nossa pátria como José Santos, Gilberto Malafaia (pai do Silas) e Marcelino Margarida;


Na ESLAVEC vi que sonhos existem para se tornar realidade.

Bem, muitas outras coisas poderosas aconteceram na ESLAVEC, mas por hora compartilho apenas isso.


Parabéns pastor Silas Malafaia, Deus continue te abençoando

Deus a todos abençoe

Simplesmente Anderson Bravo

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

Anderson & Lyon

Anderson & Lyon