quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

E FOI SEM DEIXAR SAUDADES


Diz o texto bíblico sobre Jeorão, quinto rei de Judá, que reinou 8 anos (848-841 a.C.)


“Era ele da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar e reinou oito anos em Jerusalém. E foi sem deixar de si saudades; sepultaram-no na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis”. (2 Crônicas 21:20).


Este homem andou no caminho da idolatria, levado pela sua mulher, filha de Acabe (2Rs 8.16-24).


Não bastasse, levantaram-se contra Jeorão os filisteus, os árabes e os etíopes, todos impulsionados pelo juízo divino. Houve "hostilidade" por parte desses três povos contra Jeorão, o que conduziu uma invasão ao reino judeu, que resultou no saque de bens do palácio real, além do rapto de mulheres e seus filhos.


Em seu tumultuado governo, Jeorão contemplou o grito de independência dos edomitas e da cidade de Libna. E foi explicitamente reprovado por Deus, numa carta redigida pelo profeta Elias! Com uma anamnese do que Jeorão fazia como rei, Elias profetizou que seriam feridos o povo, os filhos, as mulheres e o próprio rei, este com uma enfermidade nos intestinos teve morte horrível, (“Depois de tudo isto, o SENHOR o feriu nas suas entranhas com enfermidade incurável. E, aumentando este dia após dia, ao cabo de dois anos, saíram-lhe as entranhas por causa da enfermidade, e morreu com terríveis agonias”. 2Cr 21:18,19).


Ao final de tudo, veio à enfermidade a respeito da qual Elias havia escrito, e o rei morreu sem deixar saudades, a tal ponto que sequer foi sepultado nos túmulos dos reis.


Com essa história bíblica não tem como não se lembrar de George W. Bush, agora ex-presidente dos EUA, que depois de oito anos de mandato a frente da maior potência mundial, conseguiu arranjar inimizade e antipatia com quase todo o mundo, sai de cena sem deixar saudades.


Bush deixa o governo sob o peso de uma grave crise econômica, além dos erros no Iraque, tal como o escândalo de torturas na prisão de Abu Ghraib. Bush vacilou muitas vezes, ao dizer que perseguia Saddam Hussein por causa de supostas armas de destruição em massa, que se descobriu, não existir.


Bush encerra seu período como chefe da Casa Branca na condição de um dos líderes mais impopulares da história. Atualmente, 72% dos americanos estão insatisfeitos com o governo Bush, um dos maiores níveis de rejeição da história americana, só perdendo para o ex-presidente Franklin D. Roosevelt.


Eu poderia ficar listando os muitos erros que o ex-presidente dos EUA cometeu em seu mandato, mas o que na verdade quero pensar com vocês, é sobre nossas atitudes para com as pessoas e o que na verdade temos gerado nas pessoas.


A bíblia diz: “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e o não faz comete pecado”. (Tiago 4:17)


Quantas vezes temos a oportunidade de abençoar vidas, mas não o fazemos.


Será que poderíamos realizar mais?Acredito que sim.


Não temos poder governamentais, mas somos representantes de Cristo aqui na terra, e podemos estender as mãos aos que precisam, ministrar bênçãos aos mais aflitos, ou simplesmente sermos pessoas do bem.


Há pessoas que passam em nossas vidas e deixam saudades, mas há outras que nem queremos lembrar mais delas, e nós?O que as pessoas sentem de nós?Saudade ou alívio?


Pensemos nisso.


Deus a todos abençoe


Simplesmente Anderson Bravo

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

2014 "o Que Deus tem ninguém tem; e o que Deus tem vem para minha mão"

Anderson & Lyon

Anderson & Lyon